08/03/2017

Vídeo - As origens comunistas do 8 de março // Maria Lygia Quartim de Moraes

A socióloga Maria Lygia Quartim de Moraes apresenta as origens comunistas e socialistas do Dia Internacional da Mulher.
Recuperando as condições históricas, políticas e econômicas do surgimento do movimento de massas das mulheres, ela comenta a importância de figuras como Clara Zetkin e Aleksandra Kollontai na criação do Dia Internacional da Mulher, e como ele serviu de estopim para desencadear a Revolução Russa. Refletindo sobre como a historiografia hegemônica buscou apagar e falsear o elo entre o feminismo e o socialismo nas origens do 8 de março, para produzir uma celebração mais domesticada e até comercializável do Dia Da Mulher, ela defende uma retomada radicalidade da data como um dia da luta.

Este vídeo é o segundo de uma série sobre feminismo e marxismo com Maria Lygia Quartim de Moraes na TV Boitempo.



  • Ajude a manter o Acervo Histórico - Faça uma doação de qualquer valor para: Professor - Charles  Engels C. Moraes - Banco do Brasil  Agência 1846-5 Conta 43.731-x
  • Receba nossas postagens diretamente no seu celular. Basta enviar uma mensagem pelo WhatsApp com seu nome para - 55 91 981827693, e pronto.  


----Entre em nossas redes sociais----
----Parceiros----






Posts Relacionados Plugin for WordPress, Blogger...

Públicidade